Venha para Itacaré na Bahia (73) 9 9825-4455    (73) 3251-2527
Início Acomodações Atrativos Como Chegar Reservas Blog Fale Conosco
 

Dicas e Novidades

Tudo que você precisa para se divertir em Itacaré

Compras em Itacaré
A forte ligação de Itacaré com a natureza se reflete no artesanato e peças de decoração à venda nas lojinhas da cidade. Matérias primas originais dos coqueiros e dendezeiros estão presentes em bijuterias, luminárias, artigos de cozinha e todo tipo de decoração que possa se imaginar. A criatividade é grande e as peças agradam a quem busca uma compra com cara de original. Outro produto que atrai atenção são os chocolates orgânicos, produzidos à base do cacau regional. Além dos artesanatos e peças produzidas na cidade, Itacaré também oferece comércio bastante desenvolvido, com boa diversidade de lojas e mercados que ajudarão a suprir qualquer necessidade durante a viagem. Para encontrar compras mais autênticas e com a cara de Itacaré, uma boa pedida para garimpar peças são as barracas de artesanato localizadas no caminho para a Praia da Concha. No local, há diversos artesãos com peças produzidas à base de matérias primas da região. Outro ponto para compra de artesanatos é a feirinha que acontece à noite na Pituba, onde expositores apresentam uma boa diversidade de peças ao ar livre. A Pituba também é excelente pedida para compras de chocolates artesanais, roupas, peças de design e objetos de decoração, com lojas mais especializadas e produtos também de fora da cidade. A Pituba (Rua Pedro Longo) também é o lugar certo para encontrar artigos para a prática de esportes, como o surfe e mergulho. Fora do circuito do centro de Itacaré, quem quiser comprar alguns chocolates produzidos na região poderá ir até a Vila Rosa Cacau e Cultura. A fazenda de cacau já se tornou ponto turístico de Itacaré. O belo casarão chama a atenção ainda na estrada e é difícil resistir a uma paradinha para degustar (e comprar) alguns chocolates. Vale também fazer os passeios para conhecer mais sobre o processo de plantação de cacau e fabricação de chocolate. Quando a necessidade de compras for mais comum, como um supermercado ou uma lojinha de utilidades, o melhor caminho é seguir até a principal rua comercial de Itacaré, a Rua Joaquim Vieira. Por lá, será fácil encontrar todo o necessário, como bebidas, comidas para lanche de trilha, farmácias e outros comércios mais populares. E tudo com preços bem mais camaradas se comparados aos encontrados na Pituba.
Dicas de Itacaré
• A voltagem em Itacaré é 110 V; • O DDD de Itacaré é 73; • Em Itacaré, é possível encontrar agências bancárias do Banco do Brasil, Caixa Econômica e Bradesco, além de um caixa 24h, serviços de agências lotéricas e Correios, que também realizam alguns serviços bancários; • Cartões de crédito são amplamente aceitos no centro e praias mais movimentadas de Itacaré, entretanto é bom ter uma reserva de dinheiro, especialmente no caso de ir a praias com serviço apenas de quiosques improvisados; • O comércio em Itacaré é bem desenvolvido e há supermercados, farmácia, lojas de variedade e todo o básico necessário para os dias de viagem; • Diferente do que pensam muitos turistas antes de ir a Itacaré, nem todas as praias exigem trilhas para serem conhecidas. Várias são acessíveis de carro. Veja mais sobre as praias de Itacaré; • Itacaré é conhecida, infelizmente, por ter recorrência de assaltos a turistas, especialmente nas trilhas. A onda de assaltos aconteceu até 2013, mas ainda há registros de crimes recentes. Fique atento e evite fazer trilhas desacompanhado. Caso não se sinta seguro, contrate um guia; • Lembre-se de levar para a viagem máquina fotográfica subaquática. Os corais e peixes nas piscinas naturais rendem lindos cliques; • Bolsas impermeáveis são uma ótima pedida para os dias de praia, especialmente porque podem também proteger das chuvas; • Lembre-se de levar lanche e bebida quando for às praias mais afastadas e desertas, principalmente durante a semana, quando nem sempre há quiosques abertos; • É muito importante ficar atento ao período de alta temporada em Itacaré, quando as tarifas sobem e o fluxo de turistas é intenso. Para ver a cidade mais calma, fuja dos meses de férias e feriados prolongados. Veja mais sobre quando ir a Itacaré.
Itacaré com empresa de turismo
Apesar de todas as praias serem acessíveis sem a necessidade de uma agência de turismo, o serviço pode ser muito cômodo para quem está sozinho ou sem carro. No passeio, será fácil fazer amigos, se divertir e ainda formar um grupo para a balada mais tarde. O custo pode valer, especialmente para quem não está viajando com outras pessoas. Diversas agências de turismo de Itacaré oferecem passeios, principalmente para a Trilha das Quatro Praias, a Trilha da Prainha e Jeribucaçu. Veja mais sobre os passeios em Itacaré.  
Itacaré de táxi
Para quem está sem carro, mas não encara o ônibus, uma boa solução é o serviço de táxi de Itacaré. Os motoristas costumam cobrar preço fixo pelo trajeto de ida e volta às praias, com horário marcado para buscar os turistas. O benefício é excelente, mas o valor é alto. Trajetos para praias fora da cidade têm custo médio, por casal, entre R$ 80 e R$ 100, sendo que, para a Praia de Itacarezinho, o valor sobe para até R$ 120. O ideal é chegar à cidade e negociar diretamente com os taxistas para tentar um valor mais baixo.
Itacaré de ônibus
É possível ir a algumas praias de Itacaré de ônibus, mas não a todas elas. Os acessos às faixas de areia mais distantes ou às trilhas que levam às praias muitas vezes estão localizados à margem da BA-001, onde passa o transporte que segue de Itacaré rumo à cidade de Ilhéus. O melhor, nesse caso, é pegar o ônibus no Terminal Rodoviário de Itacaré e parar na entrada da praia desejada. De lá, siga a trilha a pé (a mesma que os turistas que estão de carro terão que seguir). O motorista do ônibus certamente poderá ajudar a localizar o ponto exato de descida na estrada. Boas praias para quem deseja chegar de ônibus são a Engenhoca, Havaizinho, Gamboa e Itacarezinho. Ainda que haja a opção do ônibus, esse meio de transporte não serve para chegar à beira de todas as praias de Itacaré. Quase sempre, será necessário fazer parte do trajeto caminhando.
Itacaré de carro
O carro ajuda um bocado a se locomover em Itacaré, especialmente para praias mais distantes, como Itacarezinho. A comodidade é importante para muitos turistas e, nesse caso, nada melhor que o carro. A notícia ruim para quem está motorizado é o alto preço dos estacionamentos privativos, que cobram entre R$ 20 e R$ 30 por dia. Em alguns casos, nem há vaga para estacionar e os carros acabam parados à beira das estradas, sendo um pouco arriscado em questão de segurança e também de multas. É importante estar atento a esses fatores para não passar aperto.  Na alta temporada, a disputa por vagas de estacionamento é enorme e esse pode ser um fator de estresse durante a viagem. Esteja preparado! No centro da cidade, especialmente nos períodos de grande movimento, é comum ter guardadores de carro cobrando para vigiar. O ideal é escolher uma pousada bem localizada e com vaga de garagem, assim você poderá deixar o carro sempre que for passear pelo centro de Itacaré.
Itacaré a pé
Se tem uma maneira deliciosa de percorrer as praias de Itacaré, certamente é a pé. E muitas das faixas de areia mais isoladas só podem ser visitadas assim, botando o pé na trilha. Não há percursos muito difíceis e todas as praias acessíveis por trilha podem ser visitadas tranquilamente. Basta um pouquinho de energia e disposição para conhecer alguns dos mais belos cantinhos isolados de Itacaré. A notícia ruim é que alguma trilhas têm início longe do centro, o que exige uma parte do deslocamento de carro ou ônibus. Grande parte das trilhas de Itacaré levam a diversas praias no mesmo percurso. É o caso da Trilha das Quatro Praias, que passa pela Praia da Engenhoca, Praia do Havaizinho, Praia da Camboinha (ou Gamboa) e Praia de Itacarezinho. Outro trajeto famoso é a Trilha da Prainha, com acesso à Prainha e à Praia de São José. Será possível fazer as trilhas com ou sem serviço de guia. Não faltarão opções para percorrer a pé as praias de Itacaré. Mesmo as praias do centro podem ser visitadas tranquilamente em uma boa caminhada. É comum ouvir em Itacaré que algumas trilhas são perigosas e há risco de assalto. Quando estivemos na cidade, conversamos com diversos moradores, guias e funcionários de pousadas que nos disseram que os registros de assalto aconteceram até 2013 e não há relatos atuais de alta incidência de crimes (apesar de haver registros esporádicos de assaltos). Por isso, fique tranquilo, porém atento! Veja mais sobre as praias de Itacaré.
Como se locomover em Itacaré
Quem viaja rumo a Itacaré certamente irá encarar a dúvida sobre como chegar às praias da região. Com um longo litoral e diversas faixas de areia para serem visitadas, é normal ficar na dúvida sobre viajar de carro ou contar com o transporte disponível na cidade. A verdade é que há diversas formas eficientes de se locomover por Itacaré, entre elas, as trilhas a pé. A escolha vai depender principalmente do seu perfil de viagem e da temporada em que estará em Itacaré. Vale, inclusive, usar todos os meios de locomoção enquanto estiver de visita na cidade. A depender da praia, é melhor ir de carro, a pé, de barco ou ônibus.
Noite de Itacaré
A noite de Itacaré é tão agitada quanto o número de turistas que estão na cidade. Se é alta temporada e a região está fervendo de gente, tenha certeza de que a festa seguirá até o amanhecer. Entretanto, quando Itacaré está em baixa temporada, o clima é pacato e a balada dificilmente passará do jantar no restaurante ou um barzinho na Pituba. Sendo assim, se você faz a linha festeiro e vai viajar em busca de agito, o melhor é ir a Itacaré nos meses de verão. A noite em Itacaré começa sempre na Pituba (Rua Pedro Longo), onde está a maior concentração de bares e restaurantes da cidade. Vai ser fácil encontrar por lá uma boa mesa com música ao vivo e bebida sempre gelada para aplacar o calor da Bahia. Os restaurantes em Itacaré costumam ficar abertos até tarde, o que favorece a balada ali mesmo, em meio às mesas e moquecas. Circular pela Pituba ajuda também a descobrir qual a melhor balada. Bater um papo com outros turistas e com quem circula entre os restaurantes sempre ajuda a saber onde será o point da noite. Não se acanhe e pergunte mesmo! A música que impera nas baladas de Itacaré é o forró. E o convite para dançar pode surgir muito antes da festa começar. Ainda na praia, os frequentadores começam a combinar o forró de mais tarde. E essa é a balada que dura o ano todo. Faça chuva ou faça sol, o arrasta pé está garantido em Itacaré. Nos meses de verão, é comum que a cidade receba muitos shows, luaus e festas, com música eletrônica e artistas da região. A cada dia, a balada será em um lugar diferente da cidade. Fique atento para não perder o rumo da diversão, que pode tranquilamente durar até o nascer do sol e já emendar com o banho de mar na praia.
Pontos turísticos de Itacaré
Encontrar praias exuberantes e um mar espetacular é o que todo turista espera ao chegar a Itacaré. Ainda que as faixas de areia repletas de coqueiros sejam unanimidade entre os viajantes que aportam no Litoral Sul da Bahia, Itacaré é capaz de ir além e oferecer outros pontos turísticos além do mar. Cercada por intensa Mata Atlântica e com uma vegetação bem distinta de outros destinos baianos, Itacaré encanta com singelas cachoeiras, rios deliciosos para a prática de esportes de aventura e, claro, com um centrinho animado e bem charmoso para o passeio ao final do dia. Será fácil se manter ocupado em Itacaré! E, para começar, que tal um banho de água salgada para trocar a energia da cidade pela do mar da Bahia? Itacaré envolve os turistas na beleza que recobre esse pedacinho do litoral. Ao todo, são treze praias principais para conhecer na cidade. Divididas entre praias urbanas (com fácil acesso pelo centro de Itacaré) e praias rurais ou selvagens (com acesso pela BA-001), Itacaré agrada a todos os turistas, os que buscam facilidade e agito à beira-mar e os que preferem trilhas e uma praia deserta para curtir o contato direto com a natureza. Entre as praias urbanas, a mais movimentada é a Praia da Concha, que tem mar calmo e orla repleta de quiosques. Já a Praia do Resende, Praia da Tiririca, Praia do Costa e Praia da Ribeira oferecem paisagens bem mais preservadas e pouca interferência de construções, quiosques e restaurantes. Ideal para curtir lindas praias sem precisar se deslocar demais. Todas as praias urbanas são facilmente acessíveis a pé a partir do centro de Itacaré. Ótimo para quem está sem carro. Para o final de tarde, vale caminhar da Praia da Coroa até o Mirante da Ponta do Xaréu, de onde se vê o melhor entardecer de Itacaré. Veja mais sobre as praias urbanas de Itacaré. As praias rurais — ou selvagens — são mais distantes e exigem deslocamento de carro e, em alguns casos, um trecho de trilha a pé. Ainda que nenhuma dessas praias esteja logo à beira da BA-001, não há grandes sacrifícios para chegar até elas e qualquer turista sem dificuldade de locomoção poderá conhecer cada uma das faixas de areia mais isoladas de Itacaré. Algumas das mais famosas trilhas da cidade levam às praias da região. É o caso da Trilha das Quatro Praias, que faz o percurso até a Praia da Engenhoca, Praia Havaizinho, Praia da Camboinha (ou Gamboa) e finaliza a trilha na Praia de Itacarezinho, considerada o grande cartão postal de Itacaré e, diferente das três primeiras, com acesso também de carro a partir do Restaurante Itacarezinho e do Txai Resort. Outra trilha que vai a um dos principais pontos turísticos de Itacaré é a Trilha da Prainha. A caminhada, com quarenta minutos de duração, leva os turistas à Prainha e, na sequência, à Praia de São José. A trilha é a maneira mais conhecida de chegar às duas praias, mas não a única. Será possível também chegar às praias pelo Condomínio Vila de São José, onde o Restaurante Grauçá, localizado à beira da Praia de São José, oferece um day use por R$ 60 (revertido em consumação) e uma trilha de apenas dez minutos até a Prainha. Ainda entre as praias mais afastadas do centro, a Praia de Jeribucaçu é um dos redutos mais isolados de Itacaré. Para chegar até ela, será necessário pegar uma estrada de terra por 4 km a partir da BA-001 e depois uma trilha de meia hora até a praia. Nada que o visual maravilhoso não recompense! De Jeribucaçu, ainda será possível caminhar até a Praia do Arruda, um cantinho pouco explorado e repleto de corais e piscinas naturais. Veja mais sobre as praias de Itacaré. Além das praias, o litoral de Itacaré presenteia os visitantes com deliciosas cachoeiras em meio à vegetação preservada. O relevo acidentado é bem diferente de outras regiões da Bahia, o que propicia um turismo também voltado para banhos de água doce em lindas quedas d’água. A Cachoeira do Tijuípe (R$ 13) é a mais famosa e a que oferece acesso mais fácil para visitação. A partir da entrada, localizada à beira da BA-001, serão apenas dez minutos de caminhada até o local onde está a cachoeira e a infraestrutura de restaurante e outras atividades disponíveis para os visitantes. Outras boas opções são: a Cachoeira do Cleandro (R$ 15), com acesso de barco ou caiaque através do mangue do Rio de Contas; a Cachoeira do Bom Sossego (R$ 5), com acesso de carro pela BA-001; e a Cachoeira da Usina, que pode ser conhecida por trilha de quarenta minutos a partir da Praia de Jeribucaçu ou quinze minutos a partir da BA-001. Fora do circuito de praias e cachoeiras, os principais pontos turísticos de Itacaré estão no centro da cidade. Um passeio pela orla da Praia da Coroa permite ver um pouco dos casarios coloniais e visitar a Igreja Matriz São Miguel, construída em 1723 e principal monumento histórico da cidade. À noite, a atração mais turística da cidade é a Rua Pituba, onde está a maior concentração de bares, restaurante, lojas e gente na cidade de Itacaré. Ótimo para quem quer agito e um lugar animado para passar a noite e relaxar depois de um dia intenso de praias, trilhas e cachoeiras. Nos arredores de Itacaré O litoral baiano é repleto de belas porções de areia, por isso não se limite apenas ao seu destino principal. No caminho entre Ilhéus e Itacaré, Serra Grande também agrada com belas praias. Ainda na estrada, já dá vontade de parar por lá, especialmente quando os turistas avistam o anúncio do “mais belo mirante da Bahia”. Não o subestime! O Mirante de Serra Grande — localizado à beira da BA-001 — é mesmo um espetáculo e um ótimo cartão de boas-vindas pra região. Se quiser ir até as praias de Serra Grande, confira a Praia do Sargi e Praia do Pé de Serra, que pode ser vista do alto do mirante. A 30 km de Itacaré, o distrito de Taboquinhas surpreende com boas corredeiras para a prática de rafting e algumas cachoeiras com boas quedas d’água para banho. Taboquinhas também oferece uma deliciosa atração para os amantes de chocolates: a Vila Rosa Cacau & Cultura, onde é possível conhecer as técnicas de cultivo do cacau e produção de chocolate em um passeio pela fazenda histórica. Já para quem tem mais tempo, ótimas atrações nos arredores de Itacaré são as ilhas da Baía de Camamu e as praias da Península de Maraú. O passeio começa com trajeto de carro e depois segue de barco pela baía, visitando ilhas, como a Pedra Furada e Goió. Depois da baía, os visitantes chegam ao vilarejo de Barra Grande, de onde parte o transporte para a Praia de Taipu de Fora, onde estão algumas das mais espetaculares piscinas naturais da Bahia. O percurso é cansativo, mas o esforço é recompensado assim que você avista o mar de Taipu de Fora. Para esse passeio, prefira ir nas luas nova e cheia, quando a maré está favorável para a formação de piscinas. Além da Península da Maraú, quem estiver curioso para ver outros cantinhos da Bahia poderá investir em um passeio até Morro de São Paulo e Ilha de Boipeba. O dia será corrido para ir até lá, mas vale a pena para ter uma ideia e, quem sabe, já decidir o próximo destino de férias. Os passeios para Morro de São Paulo e Boipeba custam a partir de R$ 180.
Passeio para Morro de São Paulo
Morro de São Paulo é um dos destinos mais populares da Bahia e, a partir de Itacaré, será possível ir até lá em um bate e volta. O dia é cheio e o passeio bem corrido, mas se você está com um tempinho sobrando em Itacaré e sonha ir até Morro de São Paulo, vale o investimento! Morro está localizado a 120 km de Itacaré, na Ilha de Tinharé, e o passeio inclui trajeto de carro e barco até a ilha. O custo, por pessoa, é de R$ 180. Veja mais sobre Morro de São Paulo.
Passeio pelas ilhas da Baía de Camamu e praias da Península de Maraú
Pertinho de Itacaré, a Baía de Camamu reserva alguns belos cenários para quem gosta de curtir passeios de barco ou de lancha. O percurso começa na cidade de Camamu (distante 60 km de Itacaré), de onde partem os barcos rumo às pequenas porções de terra da baía, como a Ilha da Pedra Furada. Ainda que as ilhas sejam bem bonitas, o destaque mesmo é a parada na Península de Maraú, onde está a deslumbrante Praia de Taipu de Fora, com algumas das mais impressionantes piscinas naturais da Bahia. O passeio é recomendado nas luas nova e cheia, quando as piscinas podem ser observadas mais intensamente. Vale cada minuto de estrada e de barco para ver aquele paraíso. O custo do passeio apenas com as ilhas é, em média, R$ 100. Já o roteiro completo, com a parada em Taipu de Fora, tem custo de R$ 140. Veja mais sobre Taipu de Fora e as praias da Península de Maraú.
(73) 3251-2527
(73) 9 9825-4455
Travessa Castro Alves, 7 - Centro
Itacaré - BAHIA, Brasil 45530-000
E-mail:
reservas@opharolhostelepousada.com
Travessa Castro Alves, 7 - Centro
Itacaré - BAHIA, Brasil 45530-000
 
(73) 3251-2527
(73) 9 9825-4455
 
E-mail:
reservas@opharolhostelepousada.com
O Pharol Hostel e Pousada
 
INÍCIO SOBRE NÓS ACOMODAÇÕES ATRATIVOS COMO CHEGAR RESERVAS BLOG FALE CONOSCO
Intuição Digital - Criação de site