Venha para Itacaré na Bahia (73) 9 9825-4455    (73) 3251-2527
Início Quartos Atrativos Como Chegar Reservas Blog Fale Conosco
 

Dicas e Novidades

Tudo que você precisa para se divertir em Itacaré

Roteiro de praias e chocolates em Itacaré, na Bahia
A quase deserta praia de Itacarézinho Foto: Serjão Carvalho/Estadão ITACARÉ - Chocolate é salada. Guarde com você este pequeno absurdo autoindulgente. Então, compre uma passagem para Ilhéus. E prepare o paladar – e os outros sentidos – para descobrir ou redescobrir um pedaço do litoral da Bahia que, já consagrado como destino de sol e mar, vem se tornando polo gastronômico singular nesse enorme Brasil tão diverso em sabores.  Singular porque os 180 quilômetros entre Canavieiras e Itacaré (incluem as cidades de Ilhéus, Itabuna, Santa Luzia, Una e Uruçuca), que sempre tiveram sua fama atrelada ao cultivo do cacau, e sua mítica alimentada pela literatura de Jorge Amado, seus coronéis e sua Gabriela, recentemente vêm se tornando um polo produtor de chocolates finos. De fornecedores de cacau mediano para a grande indústria, os produtores vêm cada vez mais investindo em se tornar chocolateiros de alta qualidade. Em 2013, eram três marcas autorais. Atualmente, são mais de 70. “Foi o turismo que fomentou a produção de chocolate na região”, disse Marco Lessa, produtor de cacau e chocolateiro que já atuou como presidente da Associação de Turismo de Ilhéus e do Costa do Cacau Conventions e Visitors Bureau. O roteiro temático do chocolate na Costa do Cacau é jovem e vem sendo implantado aos poucos. Epicentro do projeto, a Estrada do Chocolate foi oficializada em 2017. Liga os municípios de Ilhéus e Uruçuca, pontuada de fazendas onde é possível conhecer todo o processo de produção do chocolate, do plantio do cacau até a fabricação do doce. O site ainda é bem inicial, mas traz uma lista de propriedades para visitar: estradadochocolate.com.br/site. As visitas devem ser agendadas com cada uma das propriedades (leia mais abaixo).   Passeios na região permitem ver o cacau na floresta e depois degustá-lo nas fábricas  Foto: Serjão Carvalho/Estadão ITACARÉ As atrações chocolateiras não se resumem à Estrada do Chocolate. Há fazendas abertas à visitação também em outros pontos, além de lojas. Nem as delícias dessa viagem vêm apenas em forma de barras e bombons. Dona de uma das maiores faixas contínuas de Mata Atlântica preservada do País, a região há muito tempo encanta pelas praias, pelas ondas para o surfe (as de Jeribucaçu chegam a 3 metros), pelo rafting no Rio de Contas. Nesta visita à região, há duas semanas, fiquei hospedada em Itacaré, no supercharmoso Txai Resorts. Foi uma base excelente para relaxar na praia e para visitar fazendas de pequeno e grande porte produtoras de cacau, que fornecem amêndoas para a marca paulista de chocolates Dengo, atualmente uma das grandes investidoras no cacau do sul da Bahia. O ovo de Páscoa Dengo recheado com vinho de cacau foi escolhido o melhor do ano na categoria cacau nacional, na seleção feita pelo suplemento Paladar, do Estado, com resultados divulgados na última quinta-feira (leia em bit.ly/ovosdepascoapaladar). Em uma dessas caminhadas na mata, comendo a polpa de um cacau colhido na hora, decidi morder uma das amêndoas – as sementes que ficam dentro do fruto e são posteriormente fermentadas e secas para a fabricação do chocolate. Fiz isso contrariando a recomendação dos guias, que cansam de repetir que o sabor da amêndoa crua é amargo demais. Até é verdade, mas também achei que tinha sim um quê de sabor de chocolate. E então voltamos ao ponto de partida: se o chocolate vem do cacau, que vem do cacaueiro, que é uma planta, chocolate é salada. Pelo menos foi nisso que me apeguei para nem pensar em culpa pelas degustações ao longo da viagem.
Em Itacaré, passeie por Taipu de Fora
Quem tem um tempinho extra para curtir Itacaré não deve deixar de conhecer as piscinas naturais de Taipu de Fora, na Península de Maraú. A apenas 60 kmde Itacaré, dá para chegar lá de carro comum, que não seja muito baixo e em dias de sol, por uma estrada que começa asfaltada e segue no barro por 40 km. No período de muita chuva, a dica é ir apenas com 4x4.    A melhor época para esta visita é de março a novembro, desde que se evite os dias mais pesados de inverno. No verão, o sol é garantido, mas a quantidade de pessoas turistando pode tirar parte do prazer do seu passeio. Fique também de olho na maré, pois é quando está baixa que os corais aparecem e os mergulhos livres ficam mais gostosos e fáceis, inclusive para quem não sabe nadar.    No caminho, tem parada rápida para ver as bromélias gigantes e, logo à frente, a lagoa do Cassange, ótima para crianças. Mas é mesmo Taipu de Fora que enche os olhos. As piscinas são conhecidas como o caribe baiano graças a suas águascristalinas azul-esverdeadas. Os milhares de peixinhos coloridos que vivem ali, se escondendo entre os corais, oferecem uma visão encantadora ao mergulhador. Mas nada de dar comida aos peixes tá? É muito prejudicial ao ecossistema local. 
Torneio de Beach Rugby
Itacaré vai sediar, pelo segundo ano consecutivo, o Torneio de Beach Rugby ou Rugby de Areia, um evento que contará com a participação de diversas equipes da Bahia e que é considerado como um dos esportes que mais cresce no Brasil atualmente e no mundo. O evento acontecerá no dia 27 de abril, na Praia da Coroinha, na orla da cidade.O torneio é uma iniciativa do professor de educação física Alejandro Elias, mais conhecido como Turco, praticante da modalidade, com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura. As inscrições para participar do evento já estão abertas e podem ser feitas através do telefone 73-99996-8301.   Contato: Inscrições☎ 73 - 99996 8301
Itacaré entre os cinco destino mais procurados para Semana Santa na Bahia.
Nem só de chocolates vive a Páscoa. Embora o consumo de ovos de chocolate deva aumentar esse ano, quem aproveita o feriado também pensa em viagens e ajuda a movimentar a indústria do turismo. Por conta do feriado na Semana Santa – que este ano cai entre os dias 19 e 21 de abril (de sexta a domingo) -, muita gente aproveita para descansar ou conhecer um lugar novo. Uma pesquisa de ocupação hoteleira realizada no ano passado apontou os destinos mais procurados por quem viaja pela Bahia no período. São cinco locais. Segundo informações da Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur), os lugares baianos mais procurados foram Praia do Forte, Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo e Ilhéus. *CORREIO
Será que grávida pode viajar de avião sem restrições?
A princípio não há problema em viajar de avião no primeiro e segundo trimestres de gestação (até 27 semanas), desde que você não tenha complicações médicas como sangramento vaginal, diabete, pressão alta ou não tenha tido um parto prematuro no passado -- nesses casos, é recomendável esperar um sinal verde do obstetra. Fale com o médico também se for para o exterior, porque ele pode dar alguma orientação mais específica.Entre 28 e 36 semanas, normalmente é possível viajar de avião, mas algumas companhias aéreas têm restrições, devido ao risco de um parto prematuro. Não que ninguém vá perguntar se você está grávida na hora de vender a passagem, mas você poderá ser questionada bem no portão de embarque e ter que passar por um sufoco de última hora. Por isso cheque antes a política da empresa em que pretende voar e, se for preciso, peça um atestado para o médico. Saiba, porém, que em alguns casos, no finalzinho da gravidez, a partir de 36 semanas, o voo pode só ser permitido com a presença do próprio médico junto com a passageira no avião.   Não se esqueça de levar em conta com quantas semanas estará na hora de voltar para casa. Além disso, gestantes não devem voar em aviões pequenos demais, que não tenham cabines pressurizadas. As restrições das empresas não devem ser os únicos fatores a se pensar. Lembre-se de que, em condições normais, não demora muito para qualquer pessoa se sentir extremamente desconfortável no assento de um avião. Agora imagine como vai ser com você de barrigão e tendo que levantar a toda hora para fazer xixi. Seja também realista quanto à possibilidade de uma emergência médica longe de casa. Será que vale arriscar ter contrações antecipadas bem no meio de um safári na savana africana ou no coração da selva amazônica? Sempre que viável, tente evitar viagens a locais em que os serviços de urgência não sejam próximos. Viagens de avião durante a gravidez aumentam ligeiramente o risco de trombose e de se desenvolver varizes. Converse com o médico sobre o uso de meias elásticas com algum nível de compressão para ajudar na circulação e aliviar o inchaço das veias durante o voo. Em casos de jornadas muito longas, pode ser dado um remédio para a circulação em determinadas circunstâncias. O que você pode fazer por conta própria é tomar bastante água ao longo de todo o voo, levantar-se para caminhar um pouco pela cabine a cada uma hora, aproximadamente, e trocar a posição das pernas com frequência.Talvez você até tenha ouvido falar que a exposição à radiação natural durante viagens de avião possa elevar o risco de aborto espontâneo ou de o bebê nascer com anomalias. A realidade, segundo os médicos, é que pessoas que viajam a negócios com frequência têm, sim, um pequeno risco a mais de ter um dos dois problemas, mas esse risco é irrisório para mulheres que voam umas poucas vezes ao ano.No caso de tripulantes de avião, de acordo com as próprias normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), comissárias de bordo não podem trabalhar em voos durante toda a gravidez e devem ser transferidas para funções administrativas, em terra, até o fim da gestação.
O que fazer em Itacaré, Bahia: 10 coisas que valem a viagem
São tantas opções de o que fazer em Itacaré, na Bahia, que você acaba tendo que controlar bem seu tempo na cidade baiana pra não perder nada. Praia, natureza, badalação e muita cultura popular convivem juntos numa atmosfera que conquista gente do mundo todo.
Pacotes de viagem para Itacaré - CVC, Hotel Urbano e outras agências
Reservar um pacote de viagem para Itacaré pode ser uma bem-vinda surpresa. A cidade baiana localizada entre Ilhéus e Salvador já foi um dos destinos de surf do Brasil. Hoje, seu encanto está mais no solo do que na água, sendo referência no quesito belezas naturais. Mesmo assim, o surf ainda é bastante praticado em suas águas.
As 5 Melhores Praias de Itacaré
Itacaré é um município ao sul da Bahia, que chama atenção dos apaixonados por locais tranquilos e de natureza encantadora. A cidade é cercada por Mata Atlântica e oferece aos visitantes belas praias de areias brancas e águas mornas. A cidade é uma mistura cultural que atraí casais, grupos de amigos e famílias para dias de diversão e relaxamento. Praia das Conchas É uma das praias mais centrais, possui excelente de estrutura com local para estacionar veículos e barracas, além de pousadas. Por isso, fica bem cheia no verão e na alta estação. Praia das Conchas | Fonte: TripAdvisor De ondas calmas e cercada de coqueiros, esse recanto é ideal para passar o fim de tarde! No canto esquerdo da praia é possível apreciar o pôr-do-sol em um mirante com vista para a praia da Coroa. Jeribucaçu Localizada a cerca de 9 quilômetros ao sul de Itacaré, o acesso é fácil por uma estrada de terra que termina em um estacionamento. Após parar o carro será necessária uma pequena caminhada de cerca de 15 minutos, para chegar ao cenário deslumbrante da praia. No local, o rio Jeribucaçu se encontra com as águas do mar, e é possível passear de jangada, a praia possui pedras e por isso é preciso ter cuidado ao nadar no local. A infraestrutura é de barracas que vendem bebidas, tapiocas e acarajés. O local é lindo e atrai famílias e amigos, na baixa estação costuma ficar deserta, mas a caminhada realmente vale a pena! Praia da Engenhoca O acesso a essa praia só se dá por meio de trilha, e para isso recomendamos que procure um guia turístico. A trilha dura cerca de 20 minutos em mata fechada, e não é preciso ser muito atlético para chegar a praia.
Itacare - Praias do Sul da Bahia
Há muitas coisas que fazem de Itacaré algo mais do que apenas uma cidade tropical agradável. As praias de areia branca e a fascinante Mata Atlântica cercam a cidade de ruas de pedra, como um grande abraço. Sendo um dos pontos turísticos favoritos no mundo, Itacaré oferece uma cultura contemporânea misturada com o estilo de vida tradicional baiano. Um paraíso tropical chamado Itacaré, bem escondido na sombra das palmeiras, entre a floresta e o oceano Atlântico. Pessoas de todos os lugares do mundo visitam a cidade durante todos os meses, tentando desvendar o mistério do que é que torna este lugar tão especial.Talvez seja o humor suave e o clima hippie, ou talvez seja a alegria de ser capaz de surfar uma onda perfeita todos os dias. Ou talvez isso seja apenas uma daquelas perguntas sem uma resposta melhor, além do prazer de estar ali. A cidade inteira é construída em torno das praias que se espalham ao longo da costa, de frente para o horizonte do Atlântico. Encontrar alojamento será a parte mais fácil, há albergues que variam tanto de preço como de estilo, de modo que todos podem encontrar o seu lar temporário. Hospede-se em um bangalô privado, ou em resorts ecológicos, ou em uma simples rede numa das muitas pousadas da cidade.Itacaré é conhecida como a capital baiana do surf e isso é algo que, em grande parte, formou o caráter da cidade. Os itacareenses perambulam pelas calçadas e ruas da cidade com os pés descalços, enquanto carregam suas pranchas que mais parecem acessórios permanentes. É costume estar o dia inteiro na praia e continuar a noite (sempre descalço) em um dos muitos bares ao ar livre na rua principal conhecida como Pituba. Mas não se deixe enganar por esta atmosfera relaxante, Itacaré também tem muitos estúdios de arte e é o lar de artistas e pintores do mundo todo.
Itacaré, descubra todos os custos e dicas para viajar!
Localizada no litoral da Bahia, entre Ilhéus e Salvador, na famosa Costa do Cacau, Itacaré já foi reduto de surfistas atrás das ondas que dizem ser as melhores da Bahia, mas hoje em dia Itacaré mostrou ser um destino com muito mais a oferecer do que somente ondas e tornou-se referência em ecoturismo no Brasil. A soma de praias + mata atlântica + rios + cachoeiras = agrada (e muito) aos aventureiros de plantão. As praias de Itacaré são diferentes da maioria das outras praias da Bahia, pois são cercadas por muita mata e montanhas, e muitas delas têm acesso somente através de trilhas. Em geral não possuem falésias ou dunas, então para quem procura por praia desse perfil, Itacaré não é bem o lugar certo.  Algumas praias mais conhecidas de Itacaré são: Praias urbanas, com fácil acesso: Praia da Concha, próxima ao centro, é o melhor lugar para ver o pôr do sol; Praia da Ribeira, central e pequena, é cercada pela Mata Atlântica; Praia da Tiririca, point de surfistas e com fortes ondas e Praia do Resende, com ondas boas para surfar porém também há partes em que o mar é mais tranquilo. Praias onde é necessário algum tipo de caminhada para chegar, seja uma trilha ou uma caminhada mais leve: Prainha, repleta de coqueiros, é uma das mais bonitas, Praia de Jeribucaçu, uma das mais tranquilas, é preciso caminhar aproximado 40 minutos por trilha; Havaizinho, uma das melhores para surfar e Itacarezinho onde fica o famoso hotel Txai, e de pequena não tem nada. Além de curtir uma praia, em Itacaré é comum a prática de vários esportes de aventura como o rafting, trilhas, rapel, canoagem, aulas de surf, tirolesa, ou então passear de barco e aproveitar uma cachoeira. Itacaré tem uma localização privilegiada, com sol e calor durante quase o ano inteiro, ou seja, é possível visitar a cidade em qualquer época do ano, a única cautela seria com os preços entre alta e baixa temporada. Para surfar, no inverno é quando tem as maiores ondas.  A gastronomia é outro ponto forte da região que inclui peixes, moquecas e tapiocas, mas também há restaurantes de cozinha internacional como de comida italiana e até de comida árabe vegetariana. Um lugar com natureza preservada, praias selvagens e desertas, cercadas por muita mata atlântica, assim é Itacaré, que além de tudo isso ainda te brinda com um lindo pôr do sol! Como chegar Itacaré fica no litoral da Bahia, mais especificamente na Costa do Cacau. O aeroporto mais próximo de Itacaré é o de Ilhéus que fica a somente 70 quilômetros da cidade, ou então você pode chegar também pelo aeroporto de Salvador, mas aí já é um pouco mais longe, cerca de 250 quilômetros. Para voar até Ilhéus, as companhias aéreas Avianca, Azul, Gol e Latam operam com voos diários, saindo de algumas cidades do Brasil, sendo que pode ser voo direto ou então fazendo conexão em alguma outra cidade, tudo vai depender da origem do voo. Para Salvador, a frota de voos é maior e há muito mais oferta de voos diretos, porém tudo também vai depender da origem do voo, e todas as companhias aéreas brasileiras voam para Salvador. Para sair do Aeroporto de Ilhéus, você pode alugar um carro no próprio aeroporto e seguir pela BA-001 até Ilhéus, pode contratar um serviço de transfer que te leve do aeroporto até o hotel em Ilhéus, ou então pegar um ônibus, sendo que essa é a maneira mais barata, mas você terá que sair do aeroporto e ir até a rodoviária, pois os ônibus não passam pelo aeroporto. A Viação Rota faz o trajeto entre Ilhéus e Itacaré. A viagem de carro demora cerca de 1 hora e meia, e de ônibus aproximadamente 2 horas. Para quem vem de Salvador, a melhor maneira é pegar um ferry boat até Bom Despacho, na Ilha de Itaparica, e de lá seguir pela mesma estrada, a BA-001, até chegar em Itacaré. Você também pode alugar um carro no próprio aeroporto e dirigir até Itacaré, contratar um serviço de transfer, porém nesse caso sai bem mais caro devido à distância, ou então pegar um ônibus com as empresas Águia Branca ou Cidade Sol que fazem o trajeto desde Bom Despacho até Itacaré em aproximadas 5 horas de duração. Vida noturna Itacaré é uma cidade já conceituada como destino turístico e sua fama vai até o exterior. Então mesmo em épocas de baixa temporada, sempre tem algo para fazer a noite, faça chuva ou faça sol, seja uma festinha mais intimista, um luau na Praia da Concha ou então um forró em algum barzinho do centro. O principal ponto de encontro, compras e entretenimento noturno em Itacaré, é a Rua Pituba. Durante o dia, o destaque vai para as lojas que vendem artesanatos e souvenir de viagem. Já, à noite, os restaurantes e bares são disputados por quem deseja conhecer um pouco da noite na cidade. Ali, há bares que tocam todo tipo de música (quase todo tipo) sendo que o forró é o que mais anima o público. Não vai faltar baiano para te ensinar a dançar. Reggae e rock também são ritmos facilmente encontrado nos bares. Se você curte mais uma música eletrônica, existem algumas festas, mas acontecem em lugares específicos e normalmente em períodos de alta temporada, como verão e feriados prolongados. Nessas datas também costuma acontecer shows na cidade.   O Favela Coffee Shop é um restaurante e bar que fica na Rua Pituba, é super conhecido e está sempre cheio. Com um clima bem despojado e rústico, característica da cidade, a especialidade do bar é servir drinques feitos de frutas. O Restaurante Mar e Mel que fica a apenas 50 metros da Praia da Concha, abre todos os dias e funciona como restaurante, bar e baladinha de forró. O Jungle Bar também fica na Rua Pituba e é outro ponto de encontro para escutar e dançar forró, com bandas que tocam música ao vivo até o dia clarear.
Itacaré na Bahia
Itacaré, Bahia: simplesmente um dos mais belos destinos do nosso Brasil. Praias paradisíacas rodeadas por mata atlântica, muita natureza, solzão e ecoturismo. Por lá você encontra trilhas, cachoeiras, praias praticamente virgens e paisagens de tirar o fôlego. É isso que esse post reserva pra você! Entenda Itacaré, Bahia Além de praias maravilhosas – como ocorre em quase todo o nordeste – Itacaré, Bahia, se destaca pelas variadas opções de turismo de aventura e grande oportunidade de contato com a natureza. As principais praias, por exemplo, são acessíveis apenas por trilhas, o que ajuda, e muito, na preservação da vegetação e características do local. A cidade também é muito procurada por surfistas devido à qualidade das ondas que quebram por lá. Itacaré está localizada ao sul da Península do Maraú. Rodeada pela mata atlântica, a cidade oferece aos visitantes um conjunto formado por belas praias, rios, cachoeiras, manguezais e áreas de restinga. É um convite perfeito ao sossego e também aos aventureiros que buscam esportes como surf, SUP, caiaque, rafting e trekking (caminhadas por trilhas naturais). No total, são 14 praias na região: algumas centrais, com maior infra-estrutura e consequentemente menos beleza natural e outras mais afastadas, nas quais se chega apenas por meio de caminhadas pelas trilhas. Nessas praias, entretanto, está a verdadeira beleza de Itacaré, nos dando a sensação de natureza inexplorada pela falta de estrutura e seu aspecto intocado.
Como se chega em Itacaré?
Se está em dúvida de como se chega em Itacaré, veja abaixo algumas informações Para chegar de avião: O aeroporto mais perto de Itacaré fica em Ilhéus (IOS). O aeroporto internacional mais próximo é o de Salvador (SSA). O aeroporto de Ilhéus atualmente é servido por voos diários das companhias LATAM, GOL, AZUL e AVIANCA originários de São Paulo, Campinas, Brasília, Belo Horizonte e Salvador.
(73) 3251-2527
(73) 9 9825-4455
Travessa Castro Alves, 7 - Centro
Itacaré - BAHIA, Brasil 45530-000
E-mail:
reservas@opharolhostelepousada.com
Travessa Castro Alves, 7 - Centro
Itacaré - BAHIA, Brasil 45530-000
 
(73) 3251-2527
(73) 9 9825-4455
 
E-mail:
reservas@opharolhostelepousada.com
O Pharol Hostel e Pousada
 
INÍCIO SOBRE NÓS ACOMODAÇÕES ATRATIVOS COMO CHEGAR RESERVAS BLOG FALE CONOSCO
Intuição Digital - Criação de site